quarta-feira, 18 de março de 2015

Amor e Tortura


 
 Há uma diferença na relação entre amar e torturar 
e muitos se confundem.
Amar é ficar satisfeito com a presença. 
Torturar é ser insaciável.
Amar é sempre dizer que já tem o suficiente. 
Torturar é sempre pedir mais e chamar atenção para aquilo que não recebeu.
Amar é conter o ciúme. 
Torturar é não deixar sair.
Amar é sentir saudade e fazer declarações. 
Torturar é não mandar notícias.
Amar é assumir a responsabilidade. 
Torturar é culpar.
Amar é festejar a simplicidade. 
Torturar é complicar a conversa.
Amar é recordar os momentos felizes. 
Torturar é lembrar as discussões.
Amar é evidenciar as qualidades de nossa companhia. 
Torturar é censurar os defeitos.
Amar é acalmar. 
Torturar é implicar.
Amar é fazer tudo para dar certo, 
torturar é fazer tudo para dar errado e ainda dizer que avisou do pior.
Quem ama quer ser melhor para o outro. 
Quem tortura quer ser melhor do que o outro.
.
.
.

Nenhum comentário: